• Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

Central de Atendimento

(11) 2077-1222

HORÁRIO DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO:

Segunda a Sexta das 08h às 18h

Sábados das 08h às 17h

Nosso Endereço

Rua Sábbado D’Angelo, 177

Itaquera - São Paulo/SP

HORÁRIO DE ATENDIMENTO:

Segunda a Quinta das 8h às 20h
Sextas e Sábados das 8h às 17h

Responsável Técnico

Dra. Dalila Barreto Rodrigues

CRM:  40729

Somos uma Clínica especializada
em PEDIATRIA e IMUNIZAÇÃO.

Desenvolvido por Samba Design e Stephany Morgane.

DOS 12 AOS 18 MESES

TRÍPLICE VIRAL

Nomes Comerciais:

  • Priorix.

  • MMR II.

  • SCR.

  • SANOFI.

 

Fabricantes:

  • Glaxo SimthKline – GSK.

  • Merck Sharp & dome.

  • Pfizer.

  • Sanofi.

 

O que previne:

  • Sarampo, caxumba e rubéola e suas complicações.

 

Composição:

  • Contém vírus vivos atenuados (enfraquecidos) do sarampo, da caxumba e da rubéola.

 

Indicação:

  • Crianças a partir de 1 ano.

  • Adolescentes e adultos.

  • Todas as pessoas que não tiveram, ou não sabem se tiveram as doenças contidas nesta vacina,

 

Contraindicação:

  • Gestante.

  • Pessoas imunodeprimidas por doença ou por medicação.

  • Pessoas que tiveram anafilaxia (alergia severa) em dose anterior.

  • Crianças com reação anafilática ao ovo não tem contra indicação para receber a vacina pois o risco de reação grave é insignificante. Entretanto, por precaução, é recomendado que a vacina seja aplicada em ambiente que ofereça condições de atendimento de anafilaxia.

  • Pessoas em uso de quimioterápico ou outro medicamento que cause imunossupressão, somente poderão ser vacinadas três meses após a suspensão do tratamento.

  • Pessoas que receberam transplante de medula óssea somente poderão ser vacinadas de 12 a 24 meses após a cirurgia.

  • Recomenda-se evitar engravidar nos primeiros 30 dias após a vacinação tríplice ou tetra viral. Entretanto é uma recomendação teórica por se tratar de vacina de vírus atenuados, pois não há relatos na literatura médica de problemas com o feto nesse tipo de situação.

 

Via de Aplicação:

  • Subcutânea.

 

Esquema de Doses:

  • Todas as pessoas devem receber 2 doses após 1 ano de idade.

 

Esquema preferencial

  • Primeira dose com 12 meses.

  • Segunda dose entre 15 e 24 meses.

 

Esquemas alternativos

  • A partir de 2 anos, adolescentes e adultos.

    • 2 doses com intervalo de 1 mês.

Notas:

  • Sempre que possível a vacina tríplice viral deve ser substituída pela tetra viral que inclui a varicela (catapora) na mesma dose.

  • Quando não for possível, a da catapora deve ser feita concomitantemente.

VARICELA

Nomes Comerciais:

  • Varivax.

  • Varilrix.

 

Fabricantes:

  • Merck Sharp & Dome.

  • GlaxoSmithKline - GSK

 

O que previne:

  • Catapora e suas complicações.

 

Composição:

  • Contém vírus vivos atenuados (enfraquecidos) da varicela zóster.

 

Indicação:

  • Crianças a partir de 12 meses e adultos até 50 anos que não tiveram ou não sabem se tiveram catapora.

  • Crianças a partir de 9 meses em situações de surto ou de contato intradomiciliar.

 

Contraindicação:

  • Gestante.

  • Crianças com menos de 12 meses em situação de normalidade.

  • Pessoas com mais de 50 anos pois a partir dessa idade a melhor indicação é a do Herpes Zóster.

  • Pessoas imunodeprimidas por doença ou tratamento.

  • Pessoas que apresentaram sensibilidade em dose anterior ou a qualquer componente da vacina.

 

Via de Aplicação:

  • Subcutânea

 

Esquema de Doses:

  • Entre 12 meses e 13 anos:

    • 2 doses com intervalo de 3 meses.

  • Acima de 13 anos:

    • 2 doses com intervalo de 2 meses.

  • Crianças que receberam 1 dose antes de um ano:

    • 2 doses no segundo ano de vida respeitando o intervalo de 3 meses entre elas.

 

Notas:

  • A vacina da catapora pode estar combinada com a da Tríplice Viral (sarampo, caxumba e rubéola) na mesma ampola. Nesse caso recebe a denominação de tetra viral (sarampo, caxumba, rubéola e catapora).

  • Sempre que possível a vacina da catapora deve ser substituída pela tetra viral que inclui sarampo, caxumba e rubéola na mesma dose.

  •  Sempre que possível preferir vacinas combinadas.

  • Qualquer dose não administrada na idade recomendada deve ser aplicada na visita subsequente.

TETRA VIRAL

Nomes Comerciais:

  • Priorix Tetra.

  • Proquad.

Fabricantes:

  • GSK.

  • MSD.

 

O que previne:

  • Sarampo, caxumba, rubéola, catapora e suas complicações.

 

Composição:

  • Contém vírus vivos atenuados (enfraquecidos) do sarampo, da caxumba, da rubéola e da catapora.

 

Indicação:

  • Crianças a partir de 1 ano.

  • Adolescentes e adultos.

  • Todas as pessoas que não tiveram, ou não sabem se tiveram as doenças contidas nesta vacina.

 

Contraindicação:

  • Gestante.

  • Pessoas imunodeprimidas por doença ou por medicação.

  • Pessoas que tiveram anafilaxia (alergia severa) em dose anterior.

 

Notas:

  • Crianças com reação anafilática ao ovo não tem contra indicação para receber a vacina pois o risco de reação grave é insignificante. Entretanto, por precaução, é recomendado que a vacina seja aplicada em ambiente que ofereça condições de atendimento de anafilaxia.

  • Pessoas em uso de quimioterápico ou outro medicamento que cause imunossupressão, somente poderão ser vacinadas três meses após a suspensão do tratamento.

  • Pessoas que receberam transplante de medula óssea somente poderão ser vacinadas de 12 a 24 meses após a cirurgia.

  • Recomenda-se evitar engravidar nos primeiros 30 dias após a vacinação tríplice ou tetra viral. Entretanto é uma recomendação teórica por se tratar de vacina de vírus atenuados, pois não há relatos na literatura médica de problemas com o feto nesse tipo de situação.

 

Via de Aplicação:

  • Subcutânea.

Esquema de Doses:

  • Todas as pessoas devem receber 2 doses após 1 ano de idade.

Esquema preferencial

  • Primeira dose com 12 meses.

  • Segunda dose entre 15 e 24 meses.

Esquemas alternativos

  • A partir de 2 anos, adolescentes e adultos.

    • 2 doses com intervalo de 1 mês.

 

Notas:

  • Sempre que possível a vacina Tetra Viral deve substituir a Tríplice Viral por incluir a varicela (catapora) na mesma dose.

  • Quando não for possível, a da catapora deve ser feita concomitantemente.

HEPATITE A

Nomes Comerciais:

  • Havrix.

  • Avaxim.

  • Vaqta.

 

Fabricantes:

  • GlaxoSmithKline - GSK.

  • Sanofi-Pasteur.

  • Merck Sharp & Dome.

O que previne:

  • Hepatite causada pelo vírus do tipo A e suas complicações.

Composição:

  • Contém partículas totalmente inativadas do vírus da hepatite A.

 

Indicação: 

  • Todas as pessoas a partir de 1 ano de idade.

 

Contraindicação: 

  • Reação de hipersensibilidade a qualquer dos componentes da vacina.

 

Via de Aplicação: 

  • Intramuscular preferencialmente no deltoide.

  • Não deve ser administrada na região glútea.

 

Esquema de Doses:

  • A partir de 1 ano:

    • 2 doses com intervalo de 6 meses entre elas em qualquer idade.

 

Notas:

  • Esta vacina também é encontrada combinada com a da hepatite B.

  • Sempre que possível, preferir as vacinas combinadas.

  • Sempre considerar aplicações simultâneas de vacinas diferentes na mesma visita.

  • Qualquer dose não administrada na idade recomendada deve ser aplicada na visita subsequente.

HEPATITE A+B

Nome Comercial:

  • Twinrix.

 

Fabricante:

  • Glaxosmithkline – GSK.

O que previne:

  • Hepatites causadas pelos vírus do tipo A e do tipo B e suas complicações.

 

Composição: 

  • Contém partículas totalmente inativadas do vírus da hepatite A  e da hepatite B.

 

Indicação:

  • Todas as pessoas a partir de 1 ano de idade que não receberam doses anteriores de vacina contra hepatite B e contra hepatite A.

  • As que receberam doses de uma das hepatites individualmente deverão complementar a imunização com a apresentação individual da vacina faltante, não combinada.

 

Contraindicação:

  • Reação de hipersensibilidade em dose anterior da vacina ou a qualquer um dos seus componentes.

  • Pessoas que desenvolveram púrpura trombocitopênica após dose anterior de vacina contendo componentes do vírus da hepatite B.

 

Via de Aplicação: 

  • Intramuscular profunda.

    • No vasto lateral da coxa em crianças pequenas.

    • No deltoide em crianças maiores, adolescentes e adultos.

Esquemas de Doses:

  • Crianças e adolescentes entre 1 e 16 anos:

    • 2 doses com intervalo de seis meses (0 e 6).

  • A partir dos 16 até 59 anos são 3 doses:

    • A segunda um mês após a primeira; e

    • A terceira seis meses após a primeira (0, 1 e 6).

Notas:

  • Sempre que possível, preferir as vacinas combinadas.

  • Sempre considerar aplicações simultâneas de vacinas diferentes na mesma visita.

  • Qualquer dose não administrada na idade recomendada deve ser aplicada na visita subsequente.

REFORÇOS

  • Pneumo 13.

  • Meningo C ou ACWY e Meningo B.

  • Pentavalente.